5 maneiras inteligentes de utilizar o Fundo de Garantia (FGTS) - Setpar Empreendimentos

5 maneiras inteligentes de utilizar o Fundo de Garantia (FGTS)

16 agosto 2019

Você teve ou terá acesso ao seu FGTS e não sabe o que fazer com esse dinheiro? Faça escolhas inteligentes e traga mais tranquilidade financeira para a sua vida. Veja como o FGTS está diretamente relacionado ao mercado imobiliário e confira também outras maneiras para utilizar esse saldo.

A possibilidade de liberação do governo de retirada do FGTS para ativos deve ajudar na retomada do mercado imobiliário em todo o Brasil. Segundo especialistas, os fatores que fazem de 2019 ser um bom ano para o setor são:

  • A perspectiva de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB);
  • A manutenção da baixa taxa de juros;
  • O controle da inflação e o aumento para R$1,5 milhão no financiamento imobiliário pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Dado que sustenta essa boa projeção do mercado imobiliário é o aumento, em 2018, na procura pelo FGTS para uso na habitação. Segundo a pesquisa “Análise das Necessidades Habitacionais e suas Tendências para os Próximos Dez Anos”, divulgada em outubro pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), foram realizados 1.145.054 saques do FGTS no primeiro semestre de 2017 para fins de financiamento imobiliário.

Já o volume de retiradas em igual período de 2018 foi de 1.349.635, um aumento de quase 18%. De acordo com esse mesmo levantamento, a estimativa foi de que em 2018 cerca de R$9 bilhões oriundos do FGTS tenham sido alocados para o financiamento habitacional. O estudo ainda vai além e prevê que esse valor atinja os R$50 bilhões.

Se você teve ou terá acesso ao seu Fundo de Garantia e ainda não sabe o que fará com esse dinheiro, nós vamos aqui trazer 5 opções inteligentes que ajudarão você a tomar a melhor decisão. Nossas dicas incluem quitação de dívidas, investimentos e abertura de novas possibilidades de rendas. Confira!

1. Usar o FGTS para quitar dívidas

Não há dúvidas: quem está endividado deve se livrar da dívida e dos juros o quanto antes. O Fundo de Garantia pode (e deve) ser usado logo que sacado para quitar uma dívida. Se você não conseguir quitar o saldo devedor por completo, pode tentar amortizar parte. Se você tem mais de uma dívida em aberto, dê preferência às que possuam as maiores taxas de juros, que é o caso dos cartões de crédito. Para isso, precisa saber como negociar uma dívida com o banco.

Se você tiver dinheiro suficiente disponível, opte sempre por pagar todas as suas dívidas. Assim, você limpa o seu nome e pode voltar a fazer investimentos ou negócios. Se você não tem dívidas, melhor para você, pois poderá optar por uma das outras 4 alternativas na utilização do seu FGTS.

2. Usar o FGTS para fazer um fundo de reserva

Se você conseguiu sacar o FGTS por algum motivo, poderá finalmente preparar aquela reserva de emergência. Nunca sabemos o dia de amanhã e surpresas negativas podem acontecer nas nossas vidas. Então, colocar uma reserva em uma poupança de liquidez diária (que você pode retirar o dinheiro a qualquer momento, de forma rápida e prática) é a melhor alternativa para ter essa garantia de fundo emergencial que pode ser utilizado para situações de saúde ou em imprevistos que você possa enfrentar.

3. Usar o FGTS para abrir um negócio próprio

Sabe aquele sonho que você tem adormecido aí dentro de empreender e ter o seu próprio negócio? Agora pode ser a hora de colocar esse plano em prática! Você pode começar um negócio próprio com o valor do saque do Fundo de Garantia. Abrir um negócio de sucesso é utilizar o seu FGTS para gerar uma fonte de renda.

Uma opção que exige menores investimentos é o setor de franquias. O segmento de alimentação é o que mais faz sucesso: com menos de R$15.000,00 já é possível investir. Porém, há opções a partir de R$3.000,00. Basta consultar no site das marcas associadas à Associação Brasileira de Franchising, a ABF, escolher o tipo de negócio que você quer abrir e iniciar o investimento do seu sonho.

4. Usar o FGTS para aplicação em fundos de investimento de maior prazo

Esse é o momento perfeito para você começar a investir o seu dinheiro em aplicações financeiras seguras de renda fixa que trarão uma rentabilidade constante, garantida e confiável. Tornar-se um investidor é uma das melhores coisas que podem acontecer na sua vida financeira. Você fará com que o seu dinheiro gere mais dinheiro! Você será mais organizado, tranquilo, preparado e com certeza conseguirá realizar seus sonhos e objetivos de vida.

Veja algumas opções de investimentos que você tem:

  • Quando falamos em médio prazo, investimentos entre 1 a 4 anos, você tem a opção de investir em CDBs, LCIs e LCAs de prazo maior (e rentabilidade maior também). Se quiser arriscar mais, os Fundos Multimercado com menor liquidez e maior oscilação podem ser uma ótima opção.
  • A longo prazo, recomendamos investimentos que acompanhem o IPCA, taxa da inflação. Dessa forma, você protege a sua aplicação de qualquer oscilação macroeconômica imprevisível. O título mais recomendado para esse tipo de investimento é o Tesouro IPCA+. O prazo mais próximo dele é 2026 e o mais distante é 2050. Esse tipo de investimento é perfeito para construir um patrimônio a longo prazo e garantir a estabilidade da sua família.

Pesquise sobre investimentos, analise a melhor opção para o seu perfil de investidor e faça o seu dinheiro trabalhar a seu favor, lhe oferecendo tranquilidade em um futuro próximo.

5. Usar o FGTS para investimento em um terreno ou lote

Nos arriscamos em dizer que esta seja uma das mais importantes formas de se aplicar o dinheiro e ter sua valorização garantida. Seja para construir, morar ou apenas como forma de investimento, também é possível usar o FGTS para financiar ou comprar um terreno.

O grande benefício desse investimento é que a sua velocidade de valorização é gigante e isso pode acontecer em um curto espaço de tempo, dependendo do local e do loteamento que escolher. Se o valor do seu FGTS não consegue pagar 100% do terreno ou lote, saiba que o saldo pode ser usado para dar entrada no financiamento.

Aqui, você fica sabendo como usar o FGTS para comprar um imóvel, com dicas e um passo a passo para esse investimento.

Agora que você tem conhecimento das melhores opções, é hora de sentar e analisar qual dessas alternativas mais se encaixa na sua realidade neste momento. Utilize de forma inteligente esse dinheiro, sempre pensando em ter outras rendas ou lucro, fazendo-o trabalhar para você para garantir segurança financeira!